Copiaram meu blog: o que eu posso fazer?

homem roubando laptop com a palavra plágio em azul
Tópicos do artigo:

Este é um guia completo acerca de conteúdo digital, em especial para blog. Aqui você irá compreender o que você fazer quando alguém copia de forma intencional o seu texto, além de entender a grande diferença entre inspiração e cópia. 1

Produzir conteúdo digital é a grande ideia do momento, e sabe por quê? Porque você pode falar sobre a sua área de atuação, de uma forma que atinja milhares de pessoas.

Por exemplo, se você é médico, pode falar sobre seus pacientes, seus casos, tirar dúvidas, e isso atrai bem mais clientes. O mesmo vale para todas as outras áreas.

A internet usada como ferramenta de serviço é algo fantástico. Porém, o seu conteúdo pode ser facilmente roubado por um terceiro.

Resumindo:

  • O termo blog nasceu em 1999 e é a abreviação do nome weblog, criado em 1997, e se trata de uma local onde é possível inserir conteúdo escrito ou de vídeo autorais, que informem a todos sobre qualquer tema.
  • Se você teve seu conteúdo copiado, saiba que você poderá ingressar com uma ação judicial de remoção e de danos morais, já que ele está protegido pela lei de direitos autorais vigente no Brasil.2
  • Também é possível pedir a remoção do conteúdo plagiado diretamente com o Google, através da própria plataforma, que normalmente retira o conteúdo copiado em poucos dias.
  • Plágio é crime, previsto no Art. 184 do Código Penal, que prevê pena de 03 meses há um ano. 3

Continue lendo, que vamos tirar todas as suas dúvidas.

O que fazer se tiver seu conteúdo roubado?

Caso você tenha seu conteúdo plagiado, a primeira coisa é tentar um contato amigável, se não for possível a remoção, entre em contato diretamente com o Google, e por fim ingresse com uma ação judicial com seu advogado de confiança.

O Direito de imagem funciona de forma parecida.

Nós dividimos em três passos para que você possa entender um pouco melhor sobre o mesmo, separando parte por parte para que você saiba mais.

Ao descobrir um texto plagiado, o que fazer:

passos para resolver o plágio

1 – Contato amigável

A primeira opção que darei a você é entrar em contato com o plagiador e explicar as punições que o sistema poderá fazer com o seu texto e blog.

Esse primeiro contato amigável é interessante para que você entenda o que realmente ocorreu, e dê a oportunidade de a pessoa perceber e entender seu erro e corrigir.

Mas, como esse contato é feito?

Geralmente na página há um espaço para perguntas, críticas ou um contato para mais informações.

Busque essas opções, se apresente para a pessoa, mostre sua página e como o conteúdo está parecido, fala sobre a política do Google e informe como aquele plágio prejudica tanto o infrator, quanto você que criou o conteúdo.

Infelizmente nem sempre é possível encontrar o contato ou resolver dessa forma, e às vezes o prejuízo já foi causado e você quer seu direito a reparação.

2 – Denúncia

Se a conversa amigável não resolver o problema, é preciso então efetivar uma denúncia.

O Google é a principal plataforma de busca de noticiais e conteúdos atualmente, por isso, para que haja uma harmonização entre todos aqueles que colocam seus pensamentos e estudos nos blogs ou sites, ele criou politicas de privacidade e direitos autorais.

Com a intenção de combater veementemente a cópia de um servidor maior por um servidor menor, ganhando assim mais audiência decorrente de um texto que não é seu, o Google trouxe a possibilidade de denúncia desses invasores. 4

Vamos entender como funciona o passo a passo:

Primeiro, entre neste link.

Essa é a página oficial do Google para “remoção por violação aos direitos autorais”.

Depois de acessar o site, você preencherá seu nome, sobrenome, nome da empresa, escolhe quem é o detentor dos direitos autorais, coloque o endereço de e-mail e o país e região que se encontra.

Feito tudo isso, agora é a parte mais importante. Informar de forma detalhada a obra protegida de direitos autorais.

Depois divulgue o link dos sites ou da imagem protegida, para que se comprove que é sua e por fim coloque onde está o material objeto da denúncia.

Ao final faço o juramento, coloque sua assinatura e descreva o dia do requerimento. Feito tudo isso clique em “enviar”.

Pronto, essa denúncia ficará no seu mural e é possível ficar observando o andamento da análise.

Apesar de ter muitos detalhes, o procedimento é simples.

Depois de alguns dias de análise pela empresa o conteúdo roubado é removido.

Infelizmente, nem sempre o Google remove dessa forma, e às vezes como já dissemos, o roubo do conteúdo por si já gerou danos morais, e para isso servirá o próximo passo.

Aviso: Se a pessoa que teve o conteúdo removido não concordar, o Google irá pedir em um prazo de até 10 dias a juntada de um processo judicial junto á justiça para continuar removido da internet.

3 – Processo Judicial

Neste caso o seu advogado de confiança ingressará com uma ação judicial requerendo a remoção imediata do conteúdo e normalmente também irá pedir Danos morais junto á justiça, já que você deve ser compensado pelo crime cometido pela pessoa e o prejuizo que causou. 5

Após esse passo o processo normalmente retira rapidamente o conteúdo do ar, já que será pedido uma liminar judicial 6 requerendo a remoção do conteúdo.

Já a parte dos danos morais poderá demorar um pouco mais.

Os valores também variam de acordo com o que foi plagiado, a quantidade do mesmo, quantas pessoas viram aquele conteúdo e uma dezena de outros fatores.

Para isso, o ideal é que você converse com um advogado de confiança. Você pode inclusive enviar uma mensagem para nossa equipe.

plágio é crime com pena de 06 meses a um ano

Quais os problemas em copiar um conteúdo de outra pessoa?

O problema em copiar um conteúdo hoje em dia é gigantesco, e vou lhe explicar o porquê:

  • Imagina que um cliente ou leitor seu descobre que os textos que você utiliza são de outra pessoa?

Isso manchará profundamente a sua imagem. Então, será se isso vale realmente a pena?

Caso queira usar o conteúdo de alguém, não tem problema, desde que de forma de citação e dando os devidos créditos a pessoa.

  • Continuar na mesmice

Se você não busca produzir, se aprofundar, entender melhor o tema, discutir o assunto, você não sairá do lugar e será um profissional igual tantos por aí.

Para mim, o grande problema da cópia é não te tirar da inércia. Seja diferente, apenas se inspire nas pessoas que goste.

principais-duvidas

Diferença entre cópia e inspiração?

Sim, é possível que nem todas as pessoas que pegaram seu conteúdo foi de forma proposital, algumas podem ter feito todo o “ctrl + c” e “ctrl + v”, mas no final da página colocaram uma referência indicando que aquele trabalho não era dele/dela.

Porém, na hora de pesquisar a escrita do conteúdo em si o sistema entende que é o mesmo texto.

Portanto, caso queira fazer isso, apenas utilize pequenos trechos, referencie de forma clara, mas não copie o conteúdo na integra, isso poderá acabar sendo extremamente prejudicial a você.

Dica: Você pode ver outros artigos sobre seus Direitos Civis aqui.

A facilidade de achar conteúdo:

O mundo digital é fantástico, em 5 segundos você coloca algo no Google e ele dirá a resposta para a maioria dos seus problemas.

Os brasileiros denominam essa plataforma como o pai de todos, já nos Estados Unidos, quando não se sabe sobre um assunto eles falam “Google it” que é como se fosse “pesquisa no Google”.

Outra plataforma que nos apresenta informações a cada segundo é o Instagram. O Instagram inicialmente foi criado com o intuito de ser uma rede social simples que buscasse a divulgação do dia a dias das pessoas.

O viés do Instagram no passado era relacionado com postagens sobre comida, frases motivacionais e a vida como ela realmente é.

Mas não é que isso foi mudando?

Hoje em dia o Instagram é uma das grandes ferramentas de trabalho dos produtores de conteúdo, que utilizam a plataforma para disseminar o seu serviço.

Porém, aqui precisamos falar sobre algo que está tão comum nos dias atuais: a cópia de conteúdo.

O intuito inicial desse texto é resguarda-lo do plágio do conteúdo do seu blog, mas como a produção de informações está presente em diversas redes sociais, quis lhe mostrar um pouco sobre a grande diferença entre a inspiração de conteúdo e a cópia.

Você pode citar outros textos, mas nunca pode copiar!

A diferença entre os dois:

Esses conceitos são importantíssimos para que você saiba se alguém de fato copiou o seu conteúdo ou somente se inspirou nele.

Quero começar falando que não é possível que cada pessoa do mundo crie algo totalmente novo. Quase tudo o que nós falamos hoje, alguém no passado já falou incialmente.

É importante entender que inspirar, vem da palavração inspiração, que conforme o dicionário traz o seu significado de forma literal é:

“1. Ato ou efeito de inspirar-se. 2. Influência”.

Portanto, a inspiração é você olhar outro texto, ler sobre o assunto, e tirar ideias dali para que reproduza o seu conteúdo baseado na sua forma e entendimento sobre o tema.

Por exemplo: você quer fazer um poema sobre saudade e para criar esse projeto você escuta várias músicas sobre saudade.

A ideia não é de forma alguma copiar um trecho de uma música aqui, outra música ali, até que o poema fique pronto.

A maneira certa é ouvir várias músicas entender o sentimento e as palavras chaves usadas e criar o seu poema com base nisso.

Essa mesma ideia deve ser utilizada para a produção de conteúdo de um blog, por exemplo.

Já o conceito de copia é definido como

“Falsificação. Imitação. Plágio”.

Imagina quão injusto é alguém estudar sobre um tema, elaborar um produto; serviço; música; texto etc., e vir outra pessoa e utilizar aquilo como seu?

A cópia nada mais é do que a utilização de algo de outra pessoa que você mostra ou vende como seu.

Ou, porque postou dizendo que você quem fez aquilo ou, porque postou sem dar os devidos crédito ao verdadeiro autor.

Qual a diferença entre blogueiro e produtor de conteúdo?

A era digital tomou conta do mundo. Os meios eletrônicos são essenciais nos dias atuais para a vida humana.

Nós conseguimos pagar contas, transferir dinheiro, pedir comida, chamar um carro, alugar uma casa, tudo isso na palma da nossa mão.

Por conta da internet, uma grande profissão vem tomando espaço no mercado de trabalho e são os chamados bloggers ou produtores de conteúdo.

O nome blogueiro nasceu com a criação dos blogs, que nada mais são do que sites informativos ou interativos com os seus seguidores.

Já os produtores de conteúdo, como o próprio nome informa geram conteúdo para a internet.

As duas nomenclaturas são bastante utilizadas hoje em dia, mas lembrando que a palavra blogueiro nasceu exclusivamente da criação de conteúdo através de blog.

Portanto, se uma pessoa produz conteúdo na internet de forma livre, como no instagram, por exemplo, não é correto denomina-la de blogueira(o), mas sim, de produtor de conteúdo ou digital influencer.

Claro que no dia a dia as pessoas até se esquecem de como rotular essas novas profissões, mas é importante você entender a história por trás do nome utilizado.

Denúncia de conteúdo copiado no Instagram

Apesar da ideia central do texto ser sobre a cópia de conteúdo de blog, resolvi trazer de forma rápida como é feita a denúncia pelo Instagram de conteúdos plagiados.

O Instagram apresenta uma ferramenta de proteção de direitos autorais que muitos ainda desconhecem.

Essa empresa presa muito pela produção de conteúdo, portanto, se você sentiu seus direitos autorais lesados, é possível fazer uma reclamação na plataforma.

Lembrando, claro, que é preciso entender se realmente há um direito autoral seu naquele material.

Na dúvida, é importante consultar um advogado que entende da matéria para lhe orientar.

Mas vamos colocar aqui um exemplo que você já tem plena certeza que aquele conteúdo é seu e precisa denunciar.

O primeiro passo para começar a denúncia é acessar a sua conta do Instagram pelo computador, assim é mais fácil de identificar as opções.

Em seguida, clique neste link

Depois de entrar na página procure a opção “Central de privacidade e segurança”.

Leia as opções colocadas no lado esquerdo da página e procure por “denunciar algo” – “propriedade intelectual” e procure por “como denunciar uma infração de direitos autorais”.

O Instagram disponibiliza a denuncia por meio do preenchimento de um formulário.

Coloque a opção de começar a preencher o formulário, depois escolha “encontrei conteúdo que acredito que infringe meus direitos autorais” – “continuar com minha denúncia de direitos autorais”.

Pronto, agora começa a parte bem específica de preenchimentos das informações de contato.

Nas informações de contato coloque:

  1. Seu nome;
  2. Responsabilidade do seu cargo
  3. Endereço postal
  4. Número de telefone
  5. Endereço de e-mail
  6. Nome do detentor dos direitos
  7. E, onde ele reside.

Em seguida começa as últimas etapas; colocar o conteúdo que deseja denunciar, explicando qual o tipo de conteúdo (foto, vídeo, legenda, comentário) e o porquê de estar realizando a denúncia.

E por fim, você pode acrescentar fotos ou vídeos a denúncia, para corroborar mais ainda as alegações, legal, não é mesmo?

Depois de tudo isso, clique em “confirmar denúncia” e “enviar”.

Porém, antes de enviar a denúncia tenha certeza do que realmente ocorreu, não faça denúncias falsas ou inverídicas para prejudicar o conteúdo de outrem.

O Instagram receberá sua denuncia e entrará em contato com a pessoa que você denunciou e ele terá o direito de resposta, afim de confrontar as suas informações.

Analisado os dois lados da história, a equipe do aplicativo dará o veredito final, informado se de fato houve violação de direitos autorais, e como consequência a publicação pode ser apagada ou em casos mais graves a conta pode ser ate desativada.

Conclusão

A internet não é mais considerada “terra de ninguém” como alguns pregavam por aí.

Os direitos autorais, ramo fundamental do direito digital tem o intuito de combater diariamente as injustiças acometidas dentro do mundo tecnológico. 7

Portanto, caso alguém tenha copiado seu conteúdo, não hesite, denuncie. Aquele é o seu trabalho e a sua forma de escrita, merece, portanto, ser respeitado.

Gostou do texto? Esperamos que tenha sido bem útil para a proteção do seu conteúdo. Em caso de dúvidas, mande sua pergunta para a nossa equipe.

Compartilhe com os amigos:

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Autor(a):

Tópicos do artigo:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *